Primeiro foi o ano da fé, em seguida, a de misericórdia, e agora a Federação bíblica Católica propôs que entre 2019 e 2020 o ano da Bíblia seria comemorado. No entanto, eles receberam uma resposta negativa.

O secretário-geral, Federação bíblica Católica, p. Jan J. Stefanów diz: "r
ecebemos uma carta do Arcebispo Rino Fisichella que disse que, com as mudanças na Curia, decidiram não fazer mais anos temáticos, porque houve queixas de alguns bispos, como eles Interrompeu os planos pastorais das dioceses. É por isso que não haverá mais "anos" chamados pelo Vaticano.

Apesar deste "não", a Federação diz que eles planejam convocar o Jubileu internamente, uma vez que 2019 é o seu 50 aniversário e 2020 será cumprido 1.600 anos da morte de São Jerônimo, o primeiro tradutor da Bíblia para o latim.

Para comemorar isso, eles reuniram-se com o seu Presidente Cardeal Tagle um Congresso pastoral em Roma na semana seguinte à Páscoa 2019. Lá eles vão refletir sobre os últimos 50 anos e sonhar com seu futuro.

A Federação bíblica católica está representada em 126 países e colabora com a Santa Sé através do Pontifício Conselho para a unidade cristã. Dependendo do que cada país precisa, eles organizam traduções, publicações, treinamentos e atividades pastorais centradas na palavra de Deus.

Fonte: https://www.romereports.com/2018/05/05/proponen-que-2019-sea-el-ano-de-la-biblia/

 

Share
Share
Share