A respiração do Espírito Santo deu-me a oportunidade de me encontrar na Comunidade nossa senhora do Rosário de Yaoundé em um momento privilegiado.

Na Igreja de camarões este ano é confiada à Virgem Maria e entre tantas ações que marcam esta dedicação, nós conhecemos, na Paróquia de Saint Achille (paróquia de nossas irmãs) a passagem da Madonna em cada CEVB (comunidade eclesial viva básica) . Como é que isso aconteceu? Cada família se prepara em sua sala de estar um espaço propício para a recepção da Virgem, onde ela será venerada durante toda a sua estadia pelos membros da família e da Comunidade. Fiquei particularmente feliz por viver estes momentos não só de piedade, mas de comunhão com os vizinhos do bairro. O que eu acho que são os frutos de tal peregrinação da Virgem para o coração de nossas casas?

-A revitalização do CEVB; Como muitos grupos e movimentos nas nossas paróquias, o CEVB tende a existir apenas para incentivar a angariação de fundos para alimentar os sacerdotes da paróquia. O papel do moderador é então reduzido para convencer os seus vizinhos da necessidade de contribuir e recolher o máximo de doações (em espécie como na natureza), porque eles terão que ser publicados na igreja. Nosso CEVB teve uma participação de dez a quinze pessoas a cada noite em torno da Madonna. Em um distrito de funcionários públicos de todas as fileiras, pode-se imaginar que para acabar assim deve ser um feito, cada um confessou ter sacrificado um programa para não perder esta nomeação precioso.

-Conhecimento mútuo: a passagem em nossa comunidade coincidiu com o tríduo de preparação da festa de nossa Santíssima Mãe ascensão Nicol e a viagem do Papa a Maldonado… Você pode imaginar o que era nossa emoção para compartilhar esses momentos com os nossos vizinhos mais próximos. Então, para nós, a Madonna trouxe todos os nossos CEVB para MALDONADO. A partilha da nossa irmã Isabel Zabalza foi enriquecida por várias questões colocadas pelo público.

Poucos dias depois, circulamos em torno de uma celebração eucarística de ação de Graças, uma de nossas mães que organizaram esta missa para sua falecida mãe. Fiquei feliz em cantar mais uma vez a presença de Cristo ressuscitado no coração de nossas vidas, em nossos ambientes de vida.

UM agradecimento vibrante a todas as irmãs da Comunidade por estes esforços de inserção, proximidade e partilha com os nossos irmãos e irmãs. Minha gratidão vai especialmente para o lugar da irmã Marie-Clarisse que investe mais nele e ainda iniciou e gerencia um grupo Watsapp membros do CEVB para facilitar a comunicação.

Para mim, no meio de vós, Cristo está verdadeiramente ressuscitado, obrigado senhor, obrigado a vós, minhas irmãs, por este maravilhoso presente.

Irmã Carine em Yaoundé

Share
Share
Share