No âmbito da celebração do centenário da Congregação, vivemos espaços de encontro, de convivência, de harmonia e de proximidade nos diferentes eventos, queremos compartilhar o seguinte: 

Uma das atividades tem sido o Congresso Missionário, com a participação de 320 leigos, religiosos de diferentes lugares do país, como Arequipa, Ayacucho, Bellavista, Cusco, Huacho, Lambayeque, Lima, Piura, Puerto Maldonado, San Clemente, San Ignacio, Sepahua, Da Bolívia: El alto e la paz, do Chile: Antofagasta, Calama, Santiago e Equador. Com o objetivo geral: “recriar nossas relações humanas nas diferentes áreas em que nos movemos, com uma espiritualidade que nos permite ser agentes de humanização.

Pedindo objetivos específicos:

  1. Para nos conscientizarmos da realidade de que temos de viver no campo das relações humanas.
  2. Refletir sobre os desafios que mais afetam a coexistência em nossos países.
  3. Enfrentar estes desafios do exercício da nossa profissão.
  4. Empreender compromissos para gerar relações humanas em todos os ambientes em que atuamos.

Dirigido a:

  • Grupo A: pessoas que compartilham nosso carisma e que exercem seu compromisso nas obras promovidas pela Congregação.

 

  • Ex-alunos e ex-alunos das instituições educacionais
  • Membros das oficinas
  • Membros das comunidades seculares
  • Membros do movimento juvenil
  • Colaboradores de instituições educacionais
  • Pais de instituições educacionais

 

  • Grupo B: pessoas que compartilham nosso carisma e que o exercício de seu compromisso transcende o campo onde realizam seu trabalho, impactando seu ambiente social de forma significativa.

 

 

Encerramos dois testemunhos: de Martha e Monica, que expressam o que viveu e internalizaram nesta reunião.

 

Testemunho de Martha

De 6 a 8 de julho, no Colegio de Jesús, em Lima, tive o prazer de participar do Congresso Missionário para os 100 anos de fundação da Congregação dos missionários dominicanos do Rosário. Eu respondi assim ao convite das irmãs de Cusco, e representando a pastoral da família do ISEP Santa Rosa. Eu me senti como família com todos e tudo o que compartilhamos nesta reunião.

Os expositores e expositores nos falaram sobre humanização e relacionamentos, a necessidade de conscientizar-se da realidade que estamos vivendo hoje, para refletir os desafios que surgem do que fazemos diariamente, no trabalho, na vida cotidiana, no Comunidades pastorais da família, na sociedade. Para enfrentar os desafios que hoje temos de ser discípulos, missionários e servos, chamados a serem samaritanos, a comprometer-nos com o irmão e a irmã que não têm voz e esperança… de serem súditos ativos e responsáveis de toda a criação.  Temos a tarefa de humanizar, fortalecer e fortalecer os centros educacionais, o trabalho pastoral, todos os grupos existentes, inspirados pelo carisma da Congregação.

Concluímos o Congresso com o propósito de continuar a construir uma sociedade, humana, justa e inclusiva, fraterna e solidária, diversificada e universal, com a missão de defender a dignidade humana, inspirada pelo carisma da Congregação “evangelizar nos lugares Onde a igreja mais precisa de nós.

Martha Elena Medina Rodríguez

Pastoral familiar da ISEP Santa Rosa

Cusco

 

 

Testemunho de Monica

Ele me ofereceu a vida a grande oportunidade de participar de um espaço de reflexão e aprendizagem sobre as novas perspectivas para humanizar nossas relações interpessoais, um tema que o nosso HMDR têm vindo a desenvolver há muitos anos, que também Nós, como leigos, devemos compreender, refletir e trabalhar nele, que é perceber a realidade que temos de viver hoje nas relações humanas e assumir compromissos que gerem relações humanizadas em todas as áreas em que agimos, esta Importante evento realizado na cidade de lima de 6 a 8 de julho deixa-me como apreciação o seguinte:

  1. Tem sido contada com a participação de importantes oradores e palestrantes que de sua experiência me permitiu compreender melhor o que pertence à vida, a humanidade, as relações humanas, a presença de Deus em nossa vida, a fé, o trabalho que as irmãs MDR Eles estão se desenvolvendo em todas as partes do mundo, mas especialmente no Peru.
  2. Os especialistas sobre os temas foram:
  • P. Gustavo Gutiérrez, ministra Liliana la Rosa, ex-ministra Marisol Pérez Tello, Jeny Rada da Bolívia, Carmen Lora, Yesika Patiachi, padre Juan José Salaverry Villarreal e Sr. Jacqueline Malebran.
  1. As idéias gerais que mais me impactaram e do Congresso que tenho trabalhado são:
  • Vivemos uma única história como seres humanos, exige-nos a saber, ouvir, ouvir o que acontece com o nosso vizinho, estar atento ao serviço que prestamos e conhecer a Deus, precisamos conhecer o nosso vizinho
  • O objetivo de Jesus era humanizar e devemos direcionar nossas vidas a isso.
  • As pessoas devem ser recriadas a partir do tema da auto-consciência.
  • Devemos recriar relações interpessoais, respeitar o outro para nos complementarmos não para competir, mas para respeitar as emoções e sentimentos, para manter as relações de justiça.
  • Humanizar a vida consagrada é urgente e de todos, a partir do testemunho de vida de cada uma das equipas de que somos uma parte.
  • Precisamos de recuperar a parte ética das instituições, de cuidar da casa comum, de gerar espiritualidade de compromisso.
  1. Tem sido contada com espaços de análise e contribuições em equipes de trabalho ou comissões, em que tive a oportunidade de conhecer pessoas de outras instituições, que assumem compromissos de humanização desde o seu trabalho diário que eles percebem.
  2. Devo dizer que esta experiência me ensinou muito, tanto para a minha vida pessoal, familiar e de trabalho, eu sei que eu ainda tenho que melhorar muitas coisas, mas estou trabalhando nisso.

Mais uma vez agradeço às Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário por estes ensinamentos.

 Mónica Valenza Aragón

Share
Share
Share