As nossas irmãs chegaram a Likasi em 1965, a convite do Bispo Léontin, que se envolveram no serviço médico dos Gécamines; Este serviço consiste no hospital da equipe de funcionários, na clínica, e nos serviços das clínicas periféricas.

 A distribuição dos serviços uniu nossas irmãs em um ambiente missionário e apostolado. Com o apoio de nossos pais fundadores, a vida espiritual profunda e a formação que receberam, todos eles se engajaram no serviço médico da União mineira de Upper Katanga, que naquela época era a maior sociedade do Congo.

Eles trabalharam corajosamente e como eles dominaram a língua, Kiswahili; Desde que as primeiras chegadas em Likasi vieram de Kisangani ao mesmo tempo que o apostolado e o cuidado lá estavam entre toda uma atmosfera da fé e da coragem para curar.

Na parte da tarde com as motos, o apostolado foi espalhado nos arredores de Likasi e, especialmente, em Ditengwa, onde há um centro de saúde. Hoje, no centro de Ditengwa, o fruto do nosso apostolado, todos os domingos, os fiéis se reúnem para orar, e o sacerdote dirá a missa uma vez por mês.

O centro é muito bem equipado com a maternidade e dispensário, medicamentos e todos os outros materiais não faltam. Isso torna mais fácil para o pessoal para tratar os pacientes bem, mas infelizmente há uma grande queda de irmãs, dificilmente podemos fazer um mínimo de apostolado, toda sexta-feira temos massa para os doentes no hospital e com uma visita de incentivo Nos salões, onde o sacerdote passa depois da missa para dar a comunhão àqueles que não puderam participar na Eucaristia.

Vamos todos os sábados para animar a missa na clínica, com a ajuda espiritual possível, mas às vezes é muito difícil, porque todo mundo tem o direito de vir e curar, mesmo aqueles que rezam em seitas são muitos ver até mesmo os muçulmanos. Quando há pacientes sérios, o grupo de cantores com o sacerdote vai visitá-lo para a oração, e às vezes dar a comunhão, se pedimos, mas alguns nos caçar e não aceitar nossas orações.

 

A capela da clínica após a sua reabilitação foi muito visitada e relações públicas foram feitas para a televisão na entrevista que disse às pessoas aqui os cultos estão cansados de mudar de roupa para dançar até cansar e aqui é este pouco Dominicano, o que ela fez para atrair e fazer conhecer e orar a Deus.

 

O trabalho missionário iniciado pelos nossos fundadores Ramon Zubieta e ascensão Nicol e continua a viver com a gente e vai continuar depois de nós. Este trabalho de estar sempre a serviço dos mais pobres e exige que as pessoas ouçam a voz de Deus por estarem ao serviço do Reino.

 O trabalho iniciado por nossos pais fundadores neste carisma que o espírito inspira é cumprido nas palavras de Jesus:» não é você quem me escolheu, mas é eu que escolhi você, eleito e destinado para que na missão que você dá fruto e que esta FRU Continua.

Nossos pais fundadores, ascensão Nicol e Ramon congratularam-se com este convite de Deus que os tinha eleito e deixado no mundo dos pobres. Eles produziram frutas e hoje podemos ver que a fruta tem sido durável. A semente semeada na terra dos pobres no Peru, hoje continua nos diferentes países dos cinco continentes ou nosso carisma nos trouxe.

Continuamos a fazer o nosso mandato de Jesus, e a forma como os nossos fundadores compreenderam esta remessa no início do século XX e no contexto da floresta peruana.

Estamos felizes por sermos a continuação do carisma hoje, responsabilizamos-nos por mantê-lo vivo, buscando enfrentar os desafios que surgem na vida do carisma.

Irmã Penia Fernandez

Share
Share
Share